Em contrato com a Semed, empresa vai abocanhar em tempo recorde mais de 3 milhões em kit alimentar

spot_img
Compartilhe:

Apesar de falar muito em qualidade dos produtos, muitas dos produtos e marcas são desconhecidas dos consumidores e dos grandes mercados.

Reza a lenda, que um ex-prefeito de Timon comprou em uma de suas gestões desastrosas e malfadadas, toneladas de bananas que seriam consumidas em pleno recesso escolar. O outro ex-prefeito, filho deste ex-prefeito, pagou pau-de-arara durante anos para transportar alunos das escolas municipais na zona rural, mas a atual gestão foi além e fez um contrato para a distribuição de alimentos para os alunos das escolas com uma rapidez que impressiona. Os dois ex-prefeitos autores dessas façanhas com dinheiro público, foram condenados a perda dos direitos políticos por anos.

De acordo com contrato assinado entre SP Comercial Distribuidora e a Secretaria de Educação de Timon, a empresa vai abocanhar em exatos 10 dias – a partir da data da assinatura, no último dia 21 até a data da vigência, 31 deste mês-, exatos 3 milhões 427 mil 285 reais por 30 mil e 500 kits de suplementação alimentar ao preço unitário de 112 reais e 37 centavos. Segundo o objeto do contrato, os kits de suplementação alimentar contendo Arroz Beneficiado, Feijão Sempre Verde, Macarrão Sêmola/semolina, Sardinha em óleo, leite em pó integral, Flocão de Arroz, Flocão de Milho, Farinha de Mandioca e Aveia em flocos finos de primeira qualidade são para atender a todas às séries da rede municipal de ensino.

É de impressionar ainda mais que no contrato diz que todos os produtos são de primeira qualidade, muito embora, todos sabemos, que as qualidades estão nas melhores marcas e com exceção da Nestlé, que fornecerá Aveia em flocos finos de primeira qualidade, todas as demais marcas do contrato entre a Semed e a SP são desconhecidas e quem acessar o google, a maior biblioteca virtual do mundo, encontrará dificuldades nas informações, inclusive, para identificar e acessar aos produtos que serão fornecidos pela Semed aos alunos timonenses.

Acesse e veja o contrato em que a empresa vai abocanhar mais de 3 milhões em 10 dias

Veja também: Semed distribui iogurte “aguado” para os alunos

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Glossário Doce: Demerara, mascavo, refinado, cristal, de coco… conheça as diferenças entre os vários tipos de açúcar

Por Elainy Castro Lá está você, passando pelo corredor onde fica o açúcar, no supermercado e se depara com várias opções: açúcar refinado, demerara, cristal,...

SEMDES: Cras Vila João Reis reúne gestantes para entrega de enxovais e palestra interativa

Na ultima sexta-feira (02), a equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) João Reis reuniu as gestantes para um momento de descontração...

Vacinação de Natal atrai público para prevenção contra Influenza e Covid-19

Com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou mais uma estratégia para avançar na vacinação dos...

Apesar de falar muito em qualidade dos produtos, muitas dos produtos e marcas são desconhecidas dos consumidores e dos grandes mercados.

Reza a lenda, que um ex-prefeito de Timon comprou em uma de suas gestões desastrosas e malfadadas, toneladas de bananas que seriam consumidas em pleno recesso escolar. O outro ex-prefeito, filho deste ex-prefeito, pagou pau-de-arara durante anos para transportar alunos das escolas municipais na zona rural, mas a atual gestão foi além e fez um contrato para a distribuição de alimentos para os alunos das escolas com uma rapidez que impressiona. Os dois ex-prefeitos autores dessas façanhas com dinheiro público, foram condenados a perda dos direitos políticos por anos. De acordo com contrato assinado entre SP Comercial Distribuidora e a Secretaria de Educação de Timon, a empresa vai abocanhar em exatos 10 dias - a partir da data da assinatura, no último dia 21 até a data da vigência, 31 deste mês-, exatos 3 milhões 427 mil 285 reais por 30 mil e 500 kits de suplementação alimentar ao preço unitário de 112 reais e 37 centavos. Segundo o objeto do contrato, os kits de suplementação alimentar contendo Arroz Beneficiado, Feijão Sempre Verde, Macarrão Sêmola/semolina, Sardinha em óleo, leite em pó integral, Flocão de Arroz, Flocão de Milho, Farinha de Mandioca e Aveia em flocos finos de primeira qualidade são para atender a todas às séries da rede municipal de ensino. É de impressionar ainda mais que no contrato diz que todos os produtos são de primeira qualidade, muito embora, todos sabemos, que as qualidades estão nas melhores marcas e com exceção da Nestlé, que fornecerá Aveia em flocos finos de primeira qualidade, todas as demais marcas do contrato entre a Semed e a SP são desconhecidas e quem acessar o google, a maior biblioteca virtual do mundo, encontrará dificuldades nas informações, inclusive, para identificar e acessar aos produtos que serão fornecidos pela Semed aos alunos timonenses. Acesse e veja o contrato em que a empresa vai abocanhar mais de 3 milhões em 10 dias Veja também: Semed distribui iogurte "aguado" para os alunos