O iogurte do kit distribuído pela Educação de Timon não está estragado, mas ficou “aguado”, pois não deveria ter sido congelado

spot_img
Compartilhe:

Uma recomendação na embalagem do iogurte entregue no kit da merenda escolar que distribuída aos 30 mil alunos da rede municipal de ensino de Timon diz que a bebida láctea não deve ser congelada, mas não foi essa a orientação que receberam as pessoas responsáveis pelo armazenamento do produtos nas escolas publicas, por isso, teve algumas pessoas que receberam um produto “aguado” e não estragado como aparece em algumas filmagens redes sociais.

Por outro lado, não conseguimos qualquer tipo de contato com a empresa responsável pelo produto.

Segundo CNPJ que consta na embalagem, a empresa está registrada na receita federal em nome de S H L Menezes Eireli, com endereço na cidade de Teresina, na Avenida Henry wall de Carvalho, 7960, bairro Areias, na embalagem do produto o nome registrado é de Marluce Santos Brito Eilreli.

Mas apesar de ter registro e endereço na Receita federal, o blogdoribinha não conseguiu contato com os responsáveis. O telefone como contato no CNPJ pertence ao contador que abriu a empresa, mas em contato com ele, o mesmo informou que foi responsável pela abertura da empresa, mas que está há três anos sem contato com a mesma e não sabe onde ela está funcionando.

Mais estranho ainda na localização da empresa é que o número do Serviço de Atendimento ao Consumidor – SAC 086 3220 2705 ninguém atende.

O blogdoribinha conferiu, por amostragem, a validade do produto, que está em dia e a empresa tem certificação do produto através da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí – Adapi e não pelo Serviço de Inspeção Federal – SIF.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Equatorial Maranhão informa sobre funcionamento durante feriado do Dia do Evangélico em Timon

Por conta do feriado do Dia do Evangélico, em Timon, comemorado nessa terça-feira, 16 de agosto, a Agência presencial de Atendimento e o Posto...

Lucas da Farmácia mostra força politica e lota espaço de eventos em Timon

Ao lado de Henrique Junior, candidato a deputado federal e Vinicius Louro, candidato a deputado  estadual, Lucas da Farmácia mostrou força politica em evento. Não...

Paulo Marinho Jr visita projeto social em Buriti Bravo

Na tarde deste último sábado (13), o Deputado Federal Paulo Marinho Jr (PL), realizou visita aos municípios de Buriti Bravo e Colinas (MA), onde...
Uma recomendação na embalagem do iogurte entregue no kit da merenda escolar que distribuída aos 30 mil alunos da rede municipal de ensino de Timon diz que a bebida láctea não deve ser congelada, mas não foi essa a orientação que receberam as pessoas responsáveis pelo armazenamento do produtos nas escolas publicas, por isso, teve algumas pessoas que receberam um produto "aguado" e não estragado como aparece em algumas filmagens redes sociais. Por outro lado, não conseguimos qualquer tipo de contato com a empresa responsável pelo produto. Segundo CNPJ que consta na embalagem, a empresa está registrada na receita federal em nome de S H L Menezes Eireli, com endereço na cidade de Teresina, na Avenida Henry wall de Carvalho, 7960, bairro Areias, na embalagem do produto o nome registrado é de Marluce Santos Brito Eilreli. Mas apesar de ter registro e endereço na Receita federal, o blogdoribinha não conseguiu contato com os responsáveis. O telefone como contato no CNPJ pertence ao contador que abriu a empresa, mas em contato com ele, o mesmo informou que foi responsável pela abertura da empresa, mas que está há três anos sem contato com a mesma e não sabe onde ela está funcionando. Mais estranho ainda na localização da empresa é que o número do Serviço de Atendimento ao Consumidor - SAC 086 3220 2705 ninguém atende. O blogdoribinha conferiu, por amostragem, a validade do produto, que está em dia e a empresa tem certificação do produto através da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí - Adapi e não pelo Serviço de Inspeção Federal - SIF.