Em menos de quatro meses de gestão, Prefeita Dinair patrocina novas exonerações no governo

spot_img
Compartilhe:

Em menos de quatro meses de gestão a prefeita Dinair patrocinou três alterações no quadro funcional do primeiro escalão de seu governo. Na mais recente, publicada na Edição de ontem, 27, do Diário Oficial, o secretário Márcio Sá, deixa a Câmara para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Social, Semdes, enquanto que para seu lugar, na Câmara, o ex-vereador e agora segundo suplente Jair Mayner deverá assumir nas próximas horas.

Até o momento ninguém do governo quis esclarecer sobre as mudanças, mas que de uma coisa pode se ter certeza, a saída da Márcio Sá da Câmara foi a única alternativa política para fortalecer a base governista, apesar de que com a ausência de Márcio, o governo perde espaço na articulação politica, mas ganha na gestão, pois o vereador participou do executivo, na gestão passada, por mais de 7 anos e seis meses e tem tarimba de sobra para retornar ao executivo. Quanto ao retorno de Jair Mayner, o vereador deverá voltar mais “seda”, pois na condição de suplente, aquela “batida na mesa” não é tão forte como antes, com um mandato forte entre as 21 cadeiras titulares.

Desde que assumiu o cargo de prefeita, em janeiro deste ano, e logo antes do 100 primeiros dias de gestão, Dinair Veloso já substituiu os secretários nomeados por ela na Saúde; saindo Jefersson Veras para o retorno de Marcos Vinicius; no Governo, demiti João Batista Pontes e nomeou Saney Sampaio para o cargo, e, agora exonerou da Semdes Violeta Noleto para a nomeação de Márcio Sá. Dessas demissões imprevistas, somente a de Jeferson Veras, o governo prestou esclarecimento de sua saúde afirmando em nota de que ele deverá retornar ao cargo assim que solucionar problema funcional com o seu órgão de origem, mas até o momento, o problema não foi solucionado. Quanto às demais demissões, ninguém do governo quis falar sobre as causas ou motivos das mudanças intempestivas.

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Mercado de trabalho: Programa de Trainee Aegea está com inscrições abertas para Timon

Os interessados podem se inscrever até o dia 24 de outubro, de forma on-line A Aegea, empresa líder no setor de saneamento privado no Brasil,...

Carlos Brandão é reeleito governador, Timon terá dois deputados e Leitoas saem enfraquecidos do pleito

O governador Carlos Brandão liderou a disputa em primeiro turno pelo governo do Maranhão a partir das primeiras urnas abertas ontem, às 18h, até...

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...
Em menos de quatro meses de gestão a prefeita Dinair patrocinou três alterações no quadro funcional do primeiro escalão de seu governo. Na mais recente, publicada na Edição de ontem, 27, do Diário Oficial, o secretário Márcio Sá, deixa a Câmara para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Social, Semdes, enquanto que para seu lugar, na Câmara, o ex-vereador e agora segundo suplente Jair Mayner deverá assumir nas próximas horas. Até o momento ninguém do governo quis esclarecer sobre as mudanças, mas que de uma coisa pode se ter certeza, a saída da Márcio Sá da Câmara foi a única alternativa política para fortalecer a base governista, apesar de que com a ausência de Márcio, o governo perde espaço na articulação politica, mas ganha na gestão, pois o vereador participou do executivo, na gestão passada, por mais de 7 anos e seis meses e tem tarimba de sobra para retornar ao executivo. Quanto ao retorno de Jair Mayner, o vereador deverá voltar mais "seda", pois na condição de suplente, aquela "batida na mesa" não é tão forte como antes, com um mandato forte entre as 21 cadeiras titulares. Desde que assumiu o cargo de prefeita, em janeiro deste ano, e logo antes do 100 primeiros dias de gestão, Dinair Veloso já substituiu os secretários nomeados por ela na Saúde; saindo Jefersson Veras para o retorno de Marcos Vinicius; no Governo, demiti João Batista Pontes e nomeou Saney Sampaio para o cargo, e, agora exonerou da Semdes Violeta Noleto para a nomeação de Márcio Sá. Dessas demissões imprevistas, somente a de Jeferson Veras, o governo prestou esclarecimento de sua saúde afirmando em nota de que ele deverá retornar ao cargo assim que solucionar problema funcional com o seu órgão de origem, mas até o momento, o problema não foi solucionado. Quanto às demais demissões, ninguém do governo quis falar sobre as causas ou motivos das mudanças intempestivas.