spot_img
spot_img

INSS concede mais de de 250 mil benefícios por incapacidade relacionados a doenças no trabalho

spot_img
Compartilhe:

Especialista dá dicas para dominar o estresse e preservar a saúde mental

Por Juliana Castelo

Será que dá para alinhar sucesso profissional e bem estar mental? O ambiente de trabalho é sinônimo de busca por produtividade e um meio de ganhar o sustento de todo dia, mas pode ser também, um terreno fértil para ansiedade e estresse. Quando as cobranças afetam muito mais que o desempenho de um funcionário, é preciso estar atento. De acordo com um levantamento feito pelo Ministério da Previdência Social, foram concedidos 288.865 benefícios por incapacidade pelo INSS, devido a transtornos mentais e de comportamento relacionados ao trabalho.

Bater metas, entregar resultados e receber cobranças fazem parte da rotina normal de qualquer funcionário. Mas a coordenadora e professora do curso de Psicologia do Centro Universitário Estácio São Luís, Fernanda Zeidan, alerta para o adoecimento causado por altas cargas de trabalho. “Com a tecnologia, temos uma grande fluidez de informações. Então, o sujeito se sente obrigado a responder e dar conta de conteúdos na mesma velocidade. O que nem sempre é possível”, explica.

Saúde, família e outras questões da vida pessoal do trabalhador também podem agravar o estado mental, além do acúmulo de funções. “É preciso um olhar apurado e sensível ao estado de sofrimento daquele colaborador que se sente sobrecarregado. Cobranças sempre vão existir. Mas é preciso entender como lidar com essa realidade da melhor forma possível no ambiente de trabalho”, afirma a psicóloga.

E pensando na preservação da sua saúde mental, a especialista reuniu algumas dicas que podem ajudar a melhorar a rotina:

1. Conheça a si mesmo e identifique seus limites. “É importante aprender, inclusive, a estabelecer as suas próprias metas e prioridades para lidar melhor com as demandas que recebe”, afirma Fernanda.

2. Delegar é possível. Não tome todas as demandas para si, aprenda a dividir as tarefas que forem possíveis com a equipe;

3. Tente ver o lado positivo. Entenda que, às vezes, vai ser necessário realizar demandas diferentes daquelas às quais você está acostumado. “Isso pode fazer aflorar seu processo de criatividade, além de ajudar a descobrir habilidades novas e talvez até recolocações profissionais”, finaliza a professora.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Empresário Alexandre CD anuncia pré-candidatura a vereador de Timon

"Empresário Alexandre CD Anuncia pré Candidatura a Vereador com Foco em Microempreendedorismo, Esporte, Assistêcia Social e Educação." O empresário Alexandre dos Santos Alves, mais conhecido...

Dia Mundial da Reciclagem: Projeto da Equatorial Maranhão garante descontos na conta de energia elétrica

O Dia Mundial da Reciclagem é comemorado nesta sexta-feira (17), data instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência, e a...

Muito além da sala de aula: atendimentos sociais são aliados da formação profissional de jovens em São Luís

Serviços gratuitos abrem as portas de instituições de ensino para a comunidade em geral e oferecem espaços de prática supervisionada para alunos Por Jherry Dell'Marh A...