Investimentos em saneamento trazem novas perspectivas para o turismo em Timon

spot_img
Compartilhe:

Até 2026, Timon terá universalizado o acesso ao esgoto.

Para além da saúde e qualidade de vida da população, os investimentos em saneamento básico influenciam diversos aspectos da sociedade, impulsionando inclusive o turismo de uma determinada região, pois o saneamento é um dos pilares que sustenta o setor e um diferencial para muitos municípios. Afinal, fazer turismo de lazer em um ambiente despoluído, sem riscos à saúde, é uma garantia de um passeio tranquilo.

Timon é uma cidade bastante conhecida por seus balneários, oferecendo aos visitantes lazer e integração com a natureza nos banhos de cachoeira e parques. Dentro desse contexto, os investimentos realizados pela Águas de Timon no esgotamento sanitário do município trarão perspectivas positivas para o turismo da cidade maranhense, que deverá crescer ainda mais. Até 2026, Timon terá universalizado o acesso ao esgoto.

Com o programa Timon Saneada 2, o município está construindo a sua terceira Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), localizada no povoado Piranhas, na zona rural. Prevista para ser inaugurada este ano, a unidade irá receber todo o esgoto produzido na zona urbana e terá capacidade para tratar 360 litros/segundo de vazão média de esgoto, devolvendo os efluentes de forma correta ao rio, obedecendo ao que determina a legislação ambiental.

A construção da ETE coincide com a inserção de Timon no Mapa do Turismo do Brasil, elaborado pelo Ministério do Turismo. O documento ajuda a identificar o desempenho da economia do turismo e serve como instrumento de orientação geral para que o Ministério atue buscando o desenvolvimento de políticas públicas, focando na gestão e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada.

“A ETE será um marco no avanço do saneamento básico de Timon, que vai aprimorar o avanço da cidade. Importante destacar que quando o esgoto não é coletado, ele é destinado a fossas rudimentares, a redes de águas pluviais, sarjetas, diretamente no solo, podendo contaminar diretamente rios, lagos e até reservas de águas subterrâneas. Daí a importância de obras como a da ETE, que potencializa a preservação ambiental”, destaca Guilherme Coeli, gerente de operações da Águas de Timon.

O saneamento e o potencial turístico

O Instituto Trata Brasil, em 2021, lançou o estudo “Benefícios Econômicos e Sociais da Expansão do Saneamento no Maranhão” com o objetivo de mostrar os ganhos ambientais, sociais e econômicos que a universalização do saneamento básico (acesso à água e ampliação do esgotamento sanitário) traria ao estado, que é hoje um dos que possuem os maiores desafios em relação a levar água tratada, coleta e tratamento de esgotos a todos os maranhenses. O estudo revelou que a renda do Maranhão com o turismo, entre 2021 e 2055, deverá alcançar R$ 63,7 milhões ao ano ou de R$ 2,2 bilhões no período de 34 anos no setor de turismo, o que revela um cenário positivo para o estado.

“Existe toda uma rede envolvida com o turismo formada por trabalhadores, empreendimentos e atividades indiretas que são potencializadas com as melhorias do saneamento. Em Timon, não é diferente. Os investimentos que estamos realizando para ampliar a cobertura de esgoto farão Timon se desenvolver ainda mais como destino turístico, principalmente quando tiver 100% de esgoto tratado, perspectiva que alcançaremos em 2026’’, reforça o presidente da Águas de Timon, Jacy Prado.

Da assessoria.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...

Até 2026, Timon terá universalizado o acesso ao esgoto.

Para além da saúde e qualidade de vida da população, os investimentos em saneamento básico influenciam diversos aspectos da sociedade, impulsionando inclusive o turismo de uma determinada região, pois o saneamento é um dos pilares que sustenta o setor e um diferencial para muitos municípios. Afinal, fazer turismo de lazer em um ambiente despoluído, sem riscos à saúde, é uma garantia de um passeio tranquilo. Timon é uma cidade bastante conhecida por seus balneários, oferecendo aos visitantes lazer e integração com a natureza nos banhos de cachoeira e parques. Dentro desse contexto, os investimentos realizados pela Águas de Timon no esgotamento sanitário do município trarão perspectivas positivas para o turismo da cidade maranhense, que deverá crescer ainda mais. Até 2026, Timon terá universalizado o acesso ao esgoto. Com o programa Timon Saneada 2, o município está construindo a sua terceira Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), localizada no povoado Piranhas, na zona rural. Prevista para ser inaugurada este ano, a unidade irá receber todo o esgoto produzido na zona urbana e terá capacidade para tratar 360 litros/segundo de vazão média de esgoto, devolvendo os efluentes de forma correta ao rio, obedecendo ao que determina a legislação ambiental. A construção da ETE coincide com a inserção de Timon no Mapa do Turismo do Brasil, elaborado pelo Ministério do Turismo. O documento ajuda a identificar o desempenho da economia do turismo e serve como instrumento de orientação geral para que o Ministério atue buscando o desenvolvimento de políticas públicas, focando na gestão e promoção do turismo, de forma regionalizada e descentralizada. “A ETE será um marco no avanço do saneamento básico de Timon, que vai aprimorar o avanço da cidade. Importante destacar que quando o esgoto não é coletado, ele é destinado a fossas rudimentares, a redes de águas pluviais, sarjetas, diretamente no solo, podendo contaminar diretamente rios, lagos e até reservas de águas subterrâneas. Daí a importância de obras como a da ETE, que potencializa a preservação ambiental”, destaca Guilherme Coeli, gerente de operações da Águas de Timon.

O saneamento e o potencial turístico

O Instituto Trata Brasil, em 2021, lançou o estudo “Benefícios Econômicos e Sociais da Expansão do Saneamento no Maranhão” com o objetivo de mostrar os ganhos ambientais, sociais e econômicos que a universalização do saneamento básico (acesso à água e ampliação do esgotamento sanitário) traria ao estado, que é hoje um dos que possuem os maiores desafios em relação a levar água tratada, coleta e tratamento de esgotos a todos os maranhenses. O estudo revelou que a renda do Maranhão com o turismo, entre 2021 e 2055, deverá alcançar R$ 63,7 milhões ao ano ou de R$ 2,2 bilhões no período de 34 anos no setor de turismo, o que revela um cenário positivo para o estado. “Existe toda uma rede envolvida com o turismo formada por trabalhadores, empreendimentos e atividades indiretas que são potencializadas com as melhorias do saneamento. Em Timon, não é diferente. Os investimentos que estamos realizando para ampliar a cobertura de esgoto farão Timon se desenvolver ainda mais como destino turístico, principalmente quando tiver 100% de esgoto tratado, perspectiva que alcançaremos em 2026’’, reforça o presidente da Águas de Timon, Jacy Prado. Da assessoria.