Na Argentina, Lula diz que BNDES voltará a financiar projetos em países vizinhos

spot_img
Compartilhe:

Petista deu a declaração em Buenos Aires ao lado do presidente argentino Alberto Fernández. Os dois participaram de encontro com empresários nesta segunda-feira.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta segunda-feira (23) que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltará a financiar projetos de desenvolvimento e engenharia em países vizinhos.

Lula deu a declaração durante pronunciamento em Buenos Aires, na Argentina, ao lado do presidente argentino, Alberto Fernández. Os dois participaram de um encontro com empresários dos dois países.

“O BNDES vai voltar a financiar as relações comerciais do Brasil e vai voltar a financiar projetos de engenharia para ajudar empresas brasileiras no exterior e para ajudar que os países vizinhos possam crescer e até vender o resultado desse enriquecimento para um país como o Brasil. O Brasil não pode ficar distante. O Brasil não pode se apequenar”, disse Lula.

O petista afirmou que a ideia é que o Brasil seja um “protagonista” internacional no financiamento de grandes projetos.

Lula também criticou a postura do BNDES durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro.

“Faz exatamente quatro anos em que o BDNES não empresta dinheiro para desenvolvimento porque todo dinheiro do BNDES é voltado para o Tesouro que quer receber o empréstimo que foi feito. Então, o Brasil também parou de crescer, o Brasil parou de se desenvolver e o Brasil parou de compartilhar a possibilidade de crescimento com outros países”, declarou o petista.

No mesmo evento, Lula destacou a importância da relação bilateral Brasil-Argentina. O país vizinho é o maior parceiro comercial do Brasil na América Latina e o terceiro, no mundo. clique e leia mais

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Deputados Estaduais tomam posse para 20ª legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão

Os deputados eleitos para a 20ª legislatura da Assembleia Legislativa do Maranhão foram empossados na manhã desta quarta-feira (1º), no Plenário Nagib Haickel. O...

Vai doer no bolso: desoneração dos combustíveis está com os dias contados

No começo deste ano, o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prolongou a desoneração dos combustíveis por mais 60 dias para álcool...

Semdes encerra “janeiro branco” com palestra na rede de assistência social em Timon

O Projeto “Vamos Conversar” desenvolvido pelas facilitadoras do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Vila João Reis, que aborda temas relevantes para os...

Petista deu a declaração em Buenos Aires ao lado do presidente argentino Alberto Fernández. Os dois participaram de encontro com empresários nesta segunda-feira.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta segunda-feira (23) que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) voltará a financiar projetos de desenvolvimento e engenharia em países vizinhos.

Lula deu a declaração durante pronunciamento em Buenos Aires, na Argentina, ao lado do presidente argentino, Alberto Fernández. Os dois participaram de um encontro com empresários dos dois países.

"O BNDES vai voltar a financiar as relações comerciais do Brasil e vai voltar a financiar projetos de engenharia para ajudar empresas brasileiras no exterior e para ajudar que os países vizinhos possam crescer e até vender o resultado desse enriquecimento para um país como o Brasil. O Brasil não pode ficar distante. O Brasil não pode se apequenar", disse Lula.

O petista afirmou que a ideia é que o Brasil seja um "protagonista" internacional no financiamento de grandes projetos.

Lula também criticou a postura do BNDES durante a gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro.

"Faz exatamente quatro anos em que o BDNES não empresta dinheiro para desenvolvimento porque todo dinheiro do BNDES é voltado para o Tesouro que quer receber o empréstimo que foi feito. Então, o Brasil também parou de crescer, o Brasil parou de se desenvolver e o Brasil parou de compartilhar a possibilidade de crescimento com outros países", declarou o petista.

No mesmo evento, Lula destacou a importância da relação bilateral Brasil-Argentina. O país vizinho é o maior parceiro comercial do Brasil na América Latina e o terceiro, no mundo. clique e leia mais