Quem foi o vereador de Timon que teve candidatura financiada pelo crime organizado?

spot_img
Compartilhe:

Talvez nenhum. Não podemos “colocar a mão no fogo” por ninguém diz um ditado popular, mas diante do perfil dos atuais vereadores eleitos para a legislatura vigente, acreditamos que nenhum deles tem esse caráter da investigação em curso da Policia Federal registrada essa semana em Teresina, Timon e Caxias.

Não estamos fazendo aqui a defesa de nenhum dos vereadores, mas como dissemos, os atuais membros da Casa Legislativa Timonense não se enquadram em nenhum perfil criminoso investigado pela PF, mas por outro lado, devemos tratar o fato generalizado por uma reportagem televisiva como um alerta, não como uma falta de informação ou sensacionalismo.

Repito e reafirmo que acreditamos que nenhum ocupante das cadeiras em Timon tenha participação nas quadrilhas e nos crimes envolvidos operação, na verdade, talvez a candidatura que o crime organizado financiou em Timon não tenha logrado êxito.

Sem também fazer qualquer tipo de julgamento prévio antes de saber as profundezas das investigações, seria muito bom que a Justiça Eleitoral, responsável pelos pleitos eleitorais e pelo julgamento dos processos que tramitam com pedido de impedimentos, impugnações de eleitos ficassem atento também a essas operações em curso, que às vezes nem sempre, através de justiça comum, cível e criminal pune os verdadeiros criminosos deixando-os à solta e com a capacidade ideológica do cometimento de mais crimes.

A Justiça Eleitoral, entendemos, ser branda, em várias questões de registros de candidatura para cargos eletivos, principalmente nessa questão dos criminosos de práticas horrendas como descreve essas duas operações da Policia Federal nas três cidades desta grande região. Como também é branda quanto ao fato de um gestor roubar dinheiro público, que assim como os criminosos que usam armas para matar, priva a população de saúde, educação, segurança, assistência social e outros, matando e enterrando muita gente, mas depois de passarem tempos sem poder registrar-se como candidato a cargos eletivos, ficam anos com processos em aberto, sem julgamento ou condenação o que lhes garante o direito de concorrer novamente, mas não garante que eles não voltem roubar e matar as pessoas novamente.

Atentai bem!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Henrique Jr segue decisão de Maranhãozinho de apoiar Weverton, mas mantêm oposição aos leitoas

Para o pré-candidato a Deputado federal Henrique Junior as decisões da política em nível estadual tem muita importância para o cenário atual, onde vem...

Deputado Rafael assume a presidência e renova direção do PSB de Timon

Do portal eliaslacerda.com A nova direção do PSB de Timon foi nomeada pela direção estadual do PSB do Maranhão, com a posse do ex-governador Flávio...

Águas de Timon investe na regularização de água dos moradores do bairro Cajueiro

Os moradores do bairro Cajueiro celebram a conquista do abastecimento regular de água após investimentos da Águas de Timon na região, onde a concessionária...