Teresina ultrapassa 6 mil ações de sanitização de combate à Covid-19

spot_img
Compartilhe:

Como estratégia de combate à disseminação de Covid-19, a Prefeitura de Teresina iniciou, no dia 30 de março, a realização de desinfecção de espaços públicos com grande circulação de pessoas e de ônibus de transporte público. Ao todo, 6.028 sanitizações já foram realizadas em ações que acontecem de segunda a sábado, turnos manhã e tarde, utilizando 225 Kg de hipoclorito de cálcio e 15 mil litros da solução sanitizadora por dia.

As equipes de desinfecção percorrem a cidade pulverizando soluções de água com hipoclorito utilizando bombas costais, caminhões pipas e carros fumaceiros na área externa de ambientes foco de aglomeração de pessoas. Nesse período, já foram feitas 1.126 sanitizações em Unidades de Saúde, 1.075 em lotéricas e bancos, 993 em ônibus do transporte público, 312 em grandes supermercados, 145 em terminais de ônibus, 1252 paradas abertas e integradas e 98 visitas em mercados municipais.

De acordo com Marco Antonio Ayres, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, além dos locais citados, algumas instituições públicas, delegacias, campus da Universidade Federal do Piauí (UFPI), shoppings, calçadões do Centro, cemitérios, aeroporto, rodoviária, Polo de Saúde e outros espaços da capital também foram higienizados.

“As sanitizações são resultado de uma parceria da Semduh com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina para juntos impedirmos que locais, que ainda estão em funcionamento e possuem grande movimentação, tornem-se foco de contaminação pelo novo coronavírus. No entanto, reforçamos, estamos fazendo a higienização desses locais, mas a orientação principal é que as pessoas permaneçam em casa”, destaca o gestor.

A gerente de Zoonoses da FMS, Oriana Bezerra, explica que o trabalho está sendo realizado em todos os pontos a cada três dias, obedecendo às diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Para a sanitização, é usada a substância hipoclorito de cálcio, que é um virucida permitido pela Anvisa, na concentração de 1%”, diz a gerente.

Oriana Bezerra ressalta, no entanto, que a principal forma de evitar a Covid-19 é ficar em casa e pede que a população só saia quando for extremamente necessário: “Estamos promovendo a higienização de locais que prestam serviços essenciais, que não podem ser fechados. Cabe aos cidadãos fazer a sua parte, tomando as medidas de higiene recomendadas e praticando o distanciamento social, minimizando assim o risco de contrair a doença”, lembra a gerente.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
Como estratégia de combate à disseminação de Covid-19, a Prefeitura de Teresina iniciou, no dia 30 de março, a realização de desinfecção de espaços públicos com grande circulação de pessoas e de ônibus de transporte público. Ao todo, 6.028 sanitizações já foram realizadas em ações que acontecem de segunda a sábado, turnos manhã e tarde, utilizando 225 Kg de hipoclorito de cálcio e 15 mil litros da solução sanitizadora por dia. As equipes de desinfecção percorrem a cidade pulverizando soluções de água com hipoclorito utilizando bombas costais, caminhões pipas e carros fumaceiros na área externa de ambientes foco de aglomeração de pessoas. Nesse período, já foram feitas 1.126 sanitizações em Unidades de Saúde, 1.075 em lotéricas e bancos, 993 em ônibus do transporte público, 312 em grandes supermercados, 145 em terminais de ônibus, 1252 paradas abertas e integradas e 98 visitas em mercados municipais. De acordo com Marco Antonio Ayres, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, além dos locais citados, algumas instituições públicas, delegacias, campus da Universidade Federal do Piauí (UFPI), shoppings, calçadões do Centro, cemitérios, aeroporto, rodoviária, Polo de Saúde e outros espaços da capital também foram higienizados. “As sanitizações são resultado de uma parceria da Semduh com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina para juntos impedirmos que locais, que ainda estão em funcionamento e possuem grande movimentação, tornem-se foco de contaminação pelo novo coronavírus. No entanto, reforçamos, estamos fazendo a higienização desses locais, mas a orientação principal é que as pessoas permaneçam em casa”, destaca o gestor. A gerente de Zoonoses da FMS, Oriana Bezerra, explica que o trabalho está sendo realizado em todos os pontos a cada três dias, obedecendo às diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Para a sanitização, é usada a substância hipoclorito de cálcio, que é um virucida permitido pela Anvisa, na concentração de 1%”, diz a gerente. Oriana Bezerra ressalta, no entanto, que a principal forma de evitar a Covid-19 é ficar em casa e pede que a população só saia quando for extremamente necessário: “Estamos promovendo a higienização de locais que prestam serviços essenciais, que não podem ser fechados. Cabe aos cidadãos fazer a sua parte, tomando as medidas de higiene recomendadas e praticando o distanciamento social, minimizando assim o risco de contrair a doença”, lembra a gerente.