spot_img
spot_img

Teresina ultrapassa 6 mil ações de sanitização de combate à Covid-19

spot_img
Compartilhe:

Como estratégia de combate à disseminação de Covid-19, a Prefeitura de Teresina iniciou, no dia 30 de março, a realização de desinfecção de espaços públicos com grande circulação de pessoas e de ônibus de transporte público. Ao todo, 6.028 sanitizações já foram realizadas em ações que acontecem de segunda a sábado, turnos manhã e tarde, utilizando 225 Kg de hipoclorito de cálcio e 15 mil litros da solução sanitizadora por dia.

As equipes de desinfecção percorrem a cidade pulverizando soluções de água com hipoclorito utilizando bombas costais, caminhões pipas e carros fumaceiros na área externa de ambientes foco de aglomeração de pessoas. Nesse período, já foram feitas 1.126 sanitizações em Unidades de Saúde, 1.075 em lotéricas e bancos, 993 em ônibus do transporte público, 312 em grandes supermercados, 145 em terminais de ônibus, 1252 paradas abertas e integradas e 98 visitas em mercados municipais.

De acordo com Marco Antonio Ayres, secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação, além dos locais citados, algumas instituições públicas, delegacias, campus da Universidade Federal do Piauí (UFPI), shoppings, calçadões do Centro, cemitérios, aeroporto, rodoviária, Polo de Saúde e outros espaços da capital também foram higienizados.

“As sanitizações são resultado de uma parceria da Semduh com a Fundação Municipal de Saúde (FMS) e Águas de Teresina para juntos impedirmos que locais, que ainda estão em funcionamento e possuem grande movimentação, tornem-se foco de contaminação pelo novo coronavírus. No entanto, reforçamos, estamos fazendo a higienização desses locais, mas a orientação principal é que as pessoas permaneçam em casa”, destaca o gestor.

A gerente de Zoonoses da FMS, Oriana Bezerra, explica que o trabalho está sendo realizado em todos os pontos a cada três dias, obedecendo às diretrizes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “Para a sanitização, é usada a substância hipoclorito de cálcio, que é um virucida permitido pela Anvisa, na concentração de 1%”, diz a gerente.

Oriana Bezerra ressalta, no entanto, que a principal forma de evitar a Covid-19 é ficar em casa e pede que a população só saia quando for extremamente necessário: “Estamos promovendo a higienização de locais que prestam serviços essenciais, que não podem ser fechados. Cabe aos cidadãos fazer a sua parte, tomando as medidas de higiene recomendadas e praticando o distanciamento social, minimizando assim o risco de contrair a doença”, lembra a gerente.

Compartilhe:
spot_img

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

spot_img

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Sempre verdes: saiba como conservar as folhagens e prolongar a vida útil do seu hortifruti

Por Elainy Castro O hábito de consumir hortaliças, frutas, verduras e legumes é sempre recomendado para garantir uma alimentação equilibrada e manter a saúde. Uma...

MA registra queda na mortalidade por aids: apesar da melhora nos números, ainda é importante prevenir

Por Elainy Castro As mortes por aids caíram no Maranhão nos últimos dez anos. De acordo com o Ministério da Saúde, a cada 100 mil...

Ações de manutenção da Equatorial Maranhão levam melhorias para a zona rural de Caxias

Com o intuito de oferecer melhorias no fornecimento de energia elétrica, a Equatorial Maranhão está realizando diversos mutirões de manutenção para todo o estado....