Vereador Uilma Resende comemora aprovação de projetos de lei que geram maior acessibilidade em Timon

spot_img
Compartilhe:

 

O presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende, usou suas redes sociais para comemorar a aprovação de dois projetos de lei de sua autoria voltados a proporcionar maior acessibilidade às pessoas surdas no município de Timon. Os projetos de lei foram analisados em plenário e ambos foram aprovados por unanimidade, na sessão da última quarta-feira, 24.

O projeto de lei Nº 001/2021 institui a obrigatoriedade da inclusão da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS – no currículo escolar no município de Timon, já o projeto de lei Nº 002/2021 torna obrigatório a presença de intérprete de LIBRAS em todas as repartições públicas no município de Timon.

Uilma Resende ressaltou que a propositura desses dois projetos nasceu no período de sua campanha eleitoral, quando conheceu melhor as dificuldades que as pessoas surdas enfrentam para ter acesso a serviços básicos, por falta de acessibilidade nos órgãos e repartições públicas.

“Temos inúmeros cidadãos surdos em nossa cidade, que trabalham, estudam e sofrem com a falta de acessibilidade, pois a LIBRAS é a linguagem na qual eles se comunicam e os órgãos públicos devem estar preparados para recebê-los, dessa constatação nasceram esses dois projetos de lei que apresentamos e que que foram aprovados por unanimidade pelos demais parlamentares, agradeço a todos pela sensibilidade e por entenderem a importância de projetos como estes buscando tornar nossa cidade mais acessível e sem barreiras para que todos os cidadãos possam exercer sua cidadania plena”, destacou o parlamentar.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Governador ministra aula de matemática durante abertura do ano letivo de 2023

Rafael Fonteles realizou, nesta segunda, dia 6, solenidade em Altos para marcar início das aulas da rede estadual de Educação. Para marcar o início...

Confira sete alimentos que promovem saciedade   

Nutricionista explica que escolher alimentos corretos traz saciedade e colabora com o emagrecimento saudável   Muitas pessoas iniciam o ano com o objetivo de adotar...

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...
  O presidente da Câmara Municipal de Timon, vereador Uilma Resende, usou suas redes sociais para comemorar a aprovação de dois projetos de lei de sua autoria voltados a proporcionar maior acessibilidade às pessoas surdas no município de Timon. Os projetos de lei foram analisados em plenário e ambos foram aprovados por unanimidade, na sessão da última quarta-feira, 24. O projeto de lei Nº 001/2021 institui a obrigatoriedade da inclusão da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS – no currículo escolar no município de Timon, já o projeto de lei Nº 002/2021 torna obrigatório a presença de intérprete de LIBRAS em todas as repartições públicas no município de Timon. Uilma Resende ressaltou que a propositura desses dois projetos nasceu no período de sua campanha eleitoral, quando conheceu melhor as dificuldades que as pessoas surdas enfrentam para ter acesso a serviços básicos, por falta de acessibilidade nos órgãos e repartições públicas. “Temos inúmeros cidadãos surdos em nossa cidade, que trabalham, estudam e sofrem com a falta de acessibilidade, pois a LIBRAS é a linguagem na qual eles se comunicam e os órgãos públicos devem estar preparados para recebê-los, dessa constatação nasceram esses dois projetos de lei que apresentamos e que que foram aprovados por unanimidade pelos demais parlamentares, agradeço a todos pela sensibilidade e por entenderem a importância de projetos como estes buscando tornar nossa cidade mais acessível e sem barreiras para que todos os cidadãos possam exercer sua cidadania plena”, destacou o parlamentar.