Vereadores eleitos do PSD em Timon farão oposição responsável ao novo governo

spot_img
Compartilhe:

Os vereadores eleitos pelo PSD: Ulysses Waquim e Alynne Macedo Pego, em Timon, deverão seguir a linha e o discurso político do deputado federal Elilazio Junior, presidente estadual do Partido e uma das forças políticas em ascensão no Maranhão e no congresso nacional.

Edilazio Júnior tem discurso forte no Maranhão de oposição ao governo Flávio Dino, mas através de sua interferência junto ao governo federal, vem atuando para trazer recursos para o Maranhão, principalmente na execução de obras nas estradas federais melhorando o fluxo de veículos, além de recursos para execução nos municípios maranhenses.

Em São Luís, o partido elegeu a Professora Esmênia como vice-prefeita da cidade e deverá atuar compondo o secretariado de Eduardo Braide a partir de 2021.

Em encontro recente, em São Luis, os dois vereadores Timonenses tiveram a confirmação do próprio Edilazio Júnior de que, além do apoio hipotecado por ele e pelo PSD na campanha de 2020, a partir de 2021, o partido também acompanhará e ajudará os dois vereadores em suas atuações políticas propositivas ajudando Timon como fez este ano destinando 1 milhão e 145 mil ao municipio para a compra de testes rápidos do covid 19 e respiradores destinados à população.

Para Ulysses Waquim, é importante seguir o discurso do deputado federal e sua linha de atuação e, em Timon, por ser um governo de continuidade em que inúmeras ações estão engessadas, paralisadas, o partido deve ser colaborativo, mas sem deixar de cobrar para evitar que a nova governante siga os exemplos de marasmo e descasos da atual gestão, que enfrenta processos por desvio de recursos e corrupção em vários setores, inclusive na educação, onde atuava a prefeita eleita do município, por isso, afirma Ulysses, “nossa atenção e fiscalização com os recursos públicos será redobrada”.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Mercado de trabalho: Programa de Trainee Aegea está com inscrições abertas para Timon

Os interessados podem se inscrever até o dia 24 de outubro, de forma on-line A Aegea, empresa líder no setor de saneamento privado no Brasil,...

Carlos Brandão é reeleito governador, Timon terá dois deputados e Leitoas saem enfraquecidos do pleito

O governador Carlos Brandão liderou a disputa em primeiro turno pelo governo do Maranhão a partir das primeiras urnas abertas ontem, às 18h, até...

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...
Os vereadores eleitos pelo PSD: Ulysses Waquim e Alynne Macedo Pego, em Timon, deverão seguir a linha e o discurso político do deputado federal Elilazio Junior, presidente estadual do Partido e uma das forças políticas em ascensão no Maranhão e no congresso nacional. Edilazio Júnior tem discurso forte no Maranhão de oposição ao governo Flávio Dino, mas através de sua interferência junto ao governo federal, vem atuando para trazer recursos para o Maranhão, principalmente na execução de obras nas estradas federais melhorando o fluxo de veículos, além de recursos para execução nos municípios maranhenses. Em São Luís, o partido elegeu a Professora Esmênia como vice-prefeita da cidade e deverá atuar compondo o secretariado de Eduardo Braide a partir de 2021. Em encontro recente, em São Luis, os dois vereadores Timonenses tiveram a confirmação do próprio Edilazio Júnior de que, além do apoio hipotecado por ele e pelo PSD na campanha de 2020, a partir de 2021, o partido também acompanhará e ajudará os dois vereadores em suas atuações políticas propositivas ajudando Timon como fez este ano destinando 1 milhão e 145 mil ao municipio para a compra de testes rápidos do covid 19 e respiradores destinados à população. Para Ulysses Waquim, é importante seguir o discurso do deputado federal e sua linha de atuação e, em Timon, por ser um governo de continuidade em que inúmeras ações estão engessadas, paralisadas, o partido deve ser colaborativo, mas sem deixar de cobrar para evitar que a nova governante siga os exemplos de marasmo e descasos da atual gestão, que enfrenta processos por desvio de recursos e corrupção em vários setores, inclusive na educação, onde atuava a prefeita eleita do município, por isso, afirma Ulysses, "nossa atenção e fiscalização com os recursos públicos será redobrada".