“Prefeitura pressiona negativamente os trabalhos da Câmara de Timon”, afirma presidente Uilma Resende

spot_img
Compartilhe:

Em um duro discurso na sessão de ontem, quarta-feira, 13, em que afirmou que a Prefeitura de Timon pressiona a Câmara Municipal de forma negativa, o presidente Uilma Resende ressaltou que desde o início de sua terceira passagem à frente do legislativo municipal sua gestão vem sofrendo pressão negativa da prefeitura de Timon e que a gestão da prefeita Dinair Veloso inventou uma nova função para o poder executivo que é o de fiscalizar o poder legislativo, invertendo totalmente o que prega a constituição.

“A função do vereador que é legislar, fiscalizar o patrimônio público e ações do executivo, aqui em Timon está invertida, porque o executivo pega o vereador, joga contra a Câmara e coloca ele pra finalizar a Câmara. E hoje eu recebi mais um pedido de fiscalização do executivo para o legislativo. Alguns vereadores, que eu nem vou expor os nomes pois é uma situação vexatória, assinaram uma solicitação para a secretaria municipal de Governo para que a Câmara dê explicações sobre a criação do nosso Diário Oficial Eletrônico, que é um instrumento para da mais transparência aos atos deste poder legislativo”.

O presidente explicou que o Diário Oficial Eletrônico da Câmara Municipal de Timon foi instituído por meio de Decreto Legislativo e que através dele serão publicadas as atividades do Poder Legislativo timonense, mas que mesmo com a criação dessa ferramenta a Câmara continuará enviando suas pautas e eventos para serem publicados pela prefeitura de Timon.

“Ou seja, esta é uma ferramenta a mais para que a população tenha acesso a maior transparência e para que possamos dar mais publicidade às ações deste poder. Se alguém é contra isso é porque é contra a transparência e não quer que a população tenha acesso irrestrito ao que ocorre no poder público”.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Mercado de trabalho: Programa de Trainee Aegea está com inscrições abertas para Timon

Os interessados podem se inscrever até o dia 24 de outubro, de forma on-line A Aegea, empresa líder no setor de saneamento privado no Brasil,...

Carlos Brandão é reeleito governador, Timon terá dois deputados e Leitoas saem enfraquecidos do pleito

O governador Carlos Brandão liderou a disputa em primeiro turno pelo governo do Maranhão a partir das primeiras urnas abertas ontem, às 18h, até...

Águas de Timon celebra conclusão do projeto Desvendar Esporte

Nesta quinta-feira (29), a Águas de Timon celebrou a conclusão das atividades do projeto Desvendar Esporte, patrocinado pela Águas de Timon, durante ação no...
Em um duro discurso na sessão de ontem, quarta-feira, 13, em que afirmou que a Prefeitura de Timon pressiona a Câmara Municipal de forma negativa, o presidente Uilma Resende ressaltou que desde o início de sua terceira passagem à frente do legislativo municipal sua gestão vem sofrendo pressão negativa da prefeitura de Timon e que a gestão da prefeita Dinair Veloso inventou uma nova função para o poder executivo que é o de fiscalizar o poder legislativo, invertendo totalmente o que prega a constituição. "A função do vereador que é legislar, fiscalizar o patrimônio público e ações do executivo, aqui em Timon está invertida, porque o executivo pega o vereador, joga contra a Câmara e coloca ele pra finalizar a Câmara. E hoje eu recebi mais um pedido de fiscalização do executivo para o legislativo. Alguns vereadores, que eu nem vou expor os nomes pois é uma situação vexatória, assinaram uma solicitação para a secretaria municipal de Governo para que a Câmara dê explicações sobre a criação do nosso Diário Oficial Eletrônico, que é um instrumento para da mais transparência aos atos deste poder legislativo". O presidente explicou que o Diário Oficial Eletrônico da Câmara Municipal de Timon foi instituído por meio de Decreto Legislativo e que através dele serão publicadas as atividades do Poder Legislativo timonense, mas que mesmo com a criação dessa ferramenta a Câmara continuará enviando suas pautas e eventos para serem publicados pela prefeitura de Timon. "Ou seja, esta é uma ferramenta a mais para que a população tenha acesso a maior transparência e para que possamos dar mais publicidade às ações deste poder. Se alguém é contra isso é porque é contra a transparência e não quer que a população tenha acesso irrestrito ao que ocorre no poder público".