Até deputado federal eleito está envolvido no suposto esquema de desvio de verbas do orçamento secreto no MA

spot_img
Compartilhe:

Entre os investigados estão empresários do ramo de distribuição de medicamentos, ex-secretário de saúde, secretária de saúde e empresário eleito deputado federal pelo Piauí.

Uma operação da Polícia Federal (PF) prendeu na sexta-feira (14) dois irmãos suspeitos de integrarem um suposto esquema para desvio de verbas do orçamento secreto em cidades do Maranhão.

Além deles, outras seis pessoas estão sendo investigadas: empresários do ramo de distribuição de medicamentos, um ex-secretário de Saúde, a secretária de Saúde de Igarapé Grande e um empresário eleito deputado federal pelo estado do Piauí. A PF investiga os crimes de peculato (apropriação de bem público), inserção de dados falsos em sistema de informações, fraude em licitação e lavagem de capitais.

g1 teve acesso ao documento da Polícia Federal sobre a investigação e identificou os oito investigados. São eles:

  • Domingos Vinícius de Araújo Santos – ex-secretário municipal de Saúde de Igarapé Grande;
  • Jadyel Silva Alencar – empresário e deputado federal eleito pelo Piauí em 2022;
  • José de Jesus Santos Barbosa – empresário;
  • Junno Pinheiro Campos de Sousa – empresário;
  • Paulo Roberto Pereira Gomes – empresário;
  • Raquel Inácia Evangelista – secretária municipal de Saúde de Igarapé Grande;
  • Renato Rodrigues de Lima – empresário (está preso);
  • Roberto Rodrigues de Lima – empresário (está preso).
  • Saiba mais clicando aqui.
Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

São Luís está entre os 20 destinos nacionais mais procurados na Black Friday, segundo a Decolar

São Luís foi apontada como um dos 20 destinos mais procurados durante a campanha de Black Friday da companhia de viagens on-line Decolar. A...

TRF1 aceita denúncia do MPF contra prefeito de Pinheiro (MA) e mais seis pessoas por fraudes e desvio de recursos

Eles responderão por crimes de responsabilidade, lavagem de capitais e organização criminosa, na medida de suas participações Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 1ª...

Facebook deve restituir conta invadida e pagar indenização a usuário

O Juizado Cível e Criminal da cidade de Codó condenou a plataforma social Facebook a restabelecer a conta de usuário Tiago Tales Silva Sousa,...

Entre os investigados estão empresários do ramo de distribuição de medicamentos, ex-secretário de saúde, secretária de saúde e empresário eleito deputado federal pelo Piauí.

Uma operação da Polícia Federal (PF) prendeu na sexta-feira (14) dois irmãos suspeitos de integrarem um suposto esquema para desvio de verbas do orçamento secreto em cidades do Maranhão. Além deles, outras seis pessoas estão sendo investigadas: empresários do ramo de distribuição de medicamentos, um ex-secretário de Saúde, a secretária de Saúde de Igarapé Grande e um empresário eleito deputado federal pelo estado do Piauí. A PF investiga os crimes de peculato (apropriação de bem público), inserção de dados falsos em sistema de informações, fraude em licitação e lavagem de capitais. O g1 teve acesso ao documento da Polícia Federal sobre a investigação e identificou os oito investigados. São eles:
  • Domingos Vinícius de Araújo Santos - ex-secretário municipal de Saúde de Igarapé Grande;
  • Jadyel Silva Alencar - empresário e deputado federal eleito pelo Piauí em 2022;
  • José de Jesus Santos Barbosa - empresário;
  • Junno Pinheiro Campos de Sousa - empresário;
  • Paulo Roberto Pereira Gomes - empresário;
  • Raquel Inácia Evangelista - secretária municipal de Saúde de Igarapé Grande;
  • Renato Rodrigues de Lima - empresário (está preso);
  • Roberto Rodrigues de Lima - empresário (está preso).
  • Saiba mais clicando aqui.