Brasileiros estão cada vez mais tristes, aponta pesquisa  

spot_img
Compartilhe:

A felicidade é um sentimento que tem sido bastante suprimido, sobretudo em tempos em que a tristeza e ansiedade crescem constantemente. De acordo com o Instituto Ipsos, empresa de pesquisa de inteligência de mercado e percepção do brasileiro em relação à saúde, o Brasil diminuiu 14 pontos percentuais em sua taxa de felicidade. O levantamento, realizado por seis edições do Global Happiness, registrou 77% de pessoas com algum nível de felicidade em 2011, contra apenas 63% em 2020.

Desta forma, profissionais que trabalham com saúde mental sugerem hábitos que favoreçam a prática de atividades constantes e diárias, resultando em momentos cada vez mais prazerosos. A psicóloga e professora da Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, Aline Meneses pontua que a felicidade não é algo exclusivo, mas um conjunto de prazeres. 

“A felicidade é definida, de forma simples, como uma emoção de satisfação geral com a vida. É um estado durável de contento e equilíbrio físico e psíquico, quando não lembramos ou colocamos de lado o sofrimento e ansiedade. Algumas pessoas encontram essa oportunidade por meio dos momentos em família, amigos e da religião, enquanto outras precisam de acompanhamento com psicólogos”, explica Aline.

Segundo a professora, alguns hábitos contribuem para a percepção de momentos felizes, almejando o encontro do sentimento de felicidade. “A conquista da felicidade aproxima-se mais de torná-la um hábito do que de qualquer outra ação. Por isso, precisamos adotar hábitos comumente observados em pessoas felizes”, afirma a psicóloga. A especialista pontua algumas dicas importantes:

1. Contemple a vida. Recupere o senso infantil de admirar tudo ao seu redor, focando na beleza das coisas e aproveitando o máximo de cada dia. É difícil, mas vale muito a pena;

2. Procure construir relacionamentos saudáveis. Faça bons amigos e esteja rodeado de pessoas alegres, pois, ficar próximo de alguém com alto astral traz à tona o que há de melhor em você;

3. Pratique o perdão. Guardar uma mágoa machuca apenas você. Se perdoe pelos erros do passado e aprenda com eles;

4. Exercite-se! É bem óbvio: quando nos exercitamos, liberamos endorfina, aquele hormônio que nos proporciona bem-estar e felicidade. Busque um esporte que seja agradável e faça dele um hábito;

5. Ajude outras pessoas a serem felizes. Ajudar o próximo estimula a liberação de substâncias como serotonina, dopamina e oxitocina no cérebro, isso gera sensação de prazer. Por exemplo, fazer um trabalho voluntário e levar uma mensagem positiva para um amigo triste. A conta vai bater: você fica feliz e os outros também!

IMPORTANTE DE SABER

A Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, realiza atendimento psicológico (psicoterapia) e plantão psicológico (atendimento de emergência) gratuitos para a comunidade.  Na Clínica Escola Integrada de Saúde, localizada na Rua Dr. Otto Tito, 1771, alunos dos últimos períodos da graduação realizam acompanhamento sob supervisão dos professores de segunda a sexta-feira, nos turnos manhã e tarde. Os interessados precisam realizar agendamento prévio pelo número (86) 3194-1819.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
A felicidade é um sentimento que tem sido bastante suprimido, sobretudo em tempos em que a tristeza e ansiedade crescem constantemente. De acordo com o Instituto Ipsos, empresa de pesquisa de inteligência de mercado e percepção do brasileiro em relação à saúde, o Brasil diminuiu 14 pontos percentuais em sua taxa de felicidade. O levantamento, realizado por seis edições do Global Happiness, registrou 77% de pessoas com algum nível de felicidade em 2011, contra apenas 63% em 2020. Desta forma, profissionais que trabalham com saúde mental sugerem hábitos que favoreçam a prática de atividades constantes e diárias, resultando em momentos cada vez mais prazerosos. A psicóloga e professora da Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, Aline Meneses pontua que a felicidade não é algo exclusivo, mas um conjunto de prazeres.  “A felicidade é definida, de forma simples, como uma emoção de satisfação geral com a vida. É um estado durável de contento e equilíbrio físico e psíquico, quando não lembramos ou colocamos de lado o sofrimento e ansiedade. Algumas pessoas encontram essa oportunidade por meio dos momentos em família, amigos e da religião, enquanto outras precisam de acompanhamento com psicólogos”, explica Aline.
Segundo a professora, alguns hábitos contribuem para a percepção de momentos felizes, almejando o encontro do sentimento de felicidade. “A conquista da felicidade aproxima-se mais de torná-la um hábito do que de qualquer outra ação. Por isso, precisamos adotar hábitos comumente observados em pessoas felizes”, afirma a psicóloga. A especialista pontua algumas dicas importantes: 1. Contemple a vida. Recupere o senso infantil de admirar tudo ao seu redor, focando na beleza das coisas e aproveitando o máximo de cada dia. É difícil, mas vale muito a pena; 2. Procure construir relacionamentos saudáveis. Faça bons amigos e esteja rodeado de pessoas alegres, pois, ficar próximo de alguém com alto astral traz à tona o que há de melhor em você; 3. Pratique o perdão. Guardar uma mágoa machuca apenas você. Se perdoe pelos erros do passado e aprenda com eles; 4. Exercite-se! É bem óbvio: quando nos exercitamos, liberamos endorfina, aquele hormônio que nos proporciona bem-estar e felicidade. Busque um esporte que seja agradável e faça dele um hábito; 5. Ajude outras pessoas a serem felizes. Ajudar o próximo estimula a liberação de substâncias como serotonina, dopamina e oxitocina no cérebro, isso gera sensação de prazer. Por exemplo, fazer um trabalho voluntário e levar uma mensagem positiva para um amigo triste. A conta vai bater: você fica feliz e os outros também! IMPORTANTE DE SABER A Faculdade UNINASSAU, campus Redenção, realiza atendimento psicológico (psicoterapia) e plantão psicológico (atendimento de emergência) gratuitos para a comunidade.  Na Clínica Escola Integrada de Saúde, localizada na Rua Dr. Otto Tito, 1771, alunos dos últimos períodos da graduação realizam acompanhamento sob supervisão dos professores de segunda a sexta-feira, nos turnos manhã e tarde. Os interessados precisam realizar agendamento prévio pelo número (86) 3194-1819.