Confirmada a ida de Carlos Brandão para o PSB

spot_img
Compartilhe:

Com a ida de Carlos Brandão, vice-governador do Maranhão, confirmada nesta segunda-feira, 13, pelo secretário estadual de Comunicação Ricardo Capelli, muita coisa no partido deverá mudar, principalmente, nos colégios eleitorais onde o partido conseguiu eleger prefeitos, como é o caso de Timon.

Como está mesmo propenso a seguir o vice-governador em suas decisões políticas, o deputado estadual Fábio Macedo, que é candidato a federal, deve também se filiar ao partido do governador Flávio Dino, e o mesmo, se cogita, deverá acontecer com o Deputado Rafael, que deverá liderar o partido em Timon, segundo se especula, caso venha a se filiar também ao PSB.

O vice-governador deverá se filiar em março do ano que vem assim como algumas lideranças políticas próximas de Carlos Brandão, aliadas e defensoras de seu projeto de ser governador do Maranhão eleito em 2022.

A filiação de Brandão ao seu partido é uma estratégia do governador para neutralizar as intenções do senador Weverton Rocha, PDT que vem forçando apoio do PT à sua pré-candidatura ao governo.

Enquanto a filiação de Brandão ao PSB abre janelas e portas para uns, para outros, como é o caso do ex-prefeito de Timon Luciano Leitoa, o cerco está se fechando.

É isso!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Josimar do Maranhãozinho faz investida ao casal Assis e Janaína Ramos

A conversa proveitosa entre os três beneficia o suplente de deputado Henrique Junior em seu projeto de ser o próximo prefeito de Timon Um encontro...

Governo do Maranhão disponibiliza testagem da Covid-19 para moradores da Capital

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), disponibilizou o serviço de testagem para diagnóstico da Covid-19 à população...

Bronquite, laringite, sinusite? Pode ser adenovírus

Família de mais de 60 tipos de vírus costuma afetar crianças no final do ano; saiba como prevenir e tratar Por Elainy Castro Com a temporada...
Com a ida de Carlos Brandão, vice-governador do Maranhão, confirmada nesta segunda-feira, 13, pelo secretário estadual de Comunicação Ricardo Capelli, muita coisa no partido deverá mudar, principalmente, nos colégios eleitorais onde o partido conseguiu eleger prefeitos, como é o caso de Timon. Como está mesmo propenso a seguir o vice-governador em suas decisões políticas, o deputado estadual Fábio Macedo, que é candidato a federal, deve também se filiar ao partido do governador Flávio Dino, e o mesmo, se cogita, deverá acontecer com o Deputado Rafael, que deverá liderar o partido em Timon, segundo se especula, caso venha a se filiar também ao PSB. O vice-governador deverá se filiar em março do ano que vem assim como algumas lideranças políticas próximas de Carlos Brandão, aliadas e defensoras de seu projeto de ser governador do Maranhão eleito em 2022. A filiação de Brandão ao seu partido é uma estratégia do governador para neutralizar as intenções do senador Weverton Rocha, PDT que vem forçando apoio do PT à sua pré-candidatura ao governo. Enquanto a filiação de Brandão ao PSB abre janelas e portas para uns, para outros, como é o caso do ex-prefeito de Timon Luciano Leitoa, o cerco está se fechando. É isso!