Insalubridade: Urubus fazem a festa após feira do Parque Alvorada em Timon

spot_img
Compartilhe:

 

Há anos e em todos os domingos os moradores e as pessoas que trafegam pela avenida João Paulo II, em Timon na confluência com a BR-226, após a feira que é realizada de forma insalubre, inadequada, têm que enfrentar essa cena do vídeo: urubus fazendo a festa com os restos de animais comercializados pelos feirantes e jogados no meio da rua.

Logo ali, a pouco menos de 200 metros, existe o mercado do Parque Alvorada, construído e instalado em condições adequadas para absorver quem faz a feira insalubre, mas nem o poder público municipal e nem o Ministério Público Estadual foram capazes de fazer com que a feira tivesse um fim.

O MP até ensaiou um Termo de Ajuste de Conduta para garantir com que a prefeitura e os feirantes cumprissem um acordo de utilizar o mercado. Nem um dos envolvidos cumpriu as partes exigidas no TAC, por isso, o MP lavou as mãos e a prefeitura fechou os olhos.

No meio de tudo isso, a população, inconsciente ou conscientemente, realiza sua feira no local sem saber a procedência, principalmente, dos animais que compram para consumir no almoço de domingo ou no restante da semana.

Talvez um caso de saúde pública, pois a prefeitura não consegue deixar no local, todos os domingos, uma equipe de limpeza para recolher os restos da feira alvo do almoço dominical dos urubus no bairro e a vigilância sanitária, por sua, não visita a feira para apresentar um diagnóstico de fiscalização sobre a situação do local.

Na verdade, ninguém que perder votos.

É isso!

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Não esqueça o Zé Gotinha!

Saiba quais os riscos de não vacinar seu filho contra a poliomielite. Por Elainy Castro. Com certeza você lembra dele: Zé Gotinha é um personagem que...

Calor: Cuidados com a pele durante o B-R-O-Bró  

 Esteticista dá dicas sobre hábitos a serem adotados para evitar danos causados pelo sol   Com temperaturas ultrapassando os 40 graus na Capital Piauiense, a atenção...

“Em vinda de Fufuca em Timon, ex-vereador Ramon jr faz discurso emocionante aos seus apoiadores”

Em tom de emoção, o ex-vereador Ramon Junior, falou de sua luta como parlamentar pautada em busca de benefícios para a cidade e com...
  Há anos e em todos os domingos os moradores e as pessoas que trafegam pela avenida João Paulo II, em Timon na confluência com a BR-226, após a feira que é realizada de forma insalubre, inadequada, têm que enfrentar essa cena do vídeo: urubus fazendo a festa com os restos de animais comercializados pelos feirantes e jogados no meio da rua. Logo ali, a pouco menos de 200 metros, existe o mercado do Parque Alvorada, construído e instalado em condições adequadas para absorver quem faz a feira insalubre, mas nem o poder público municipal e nem o Ministério Público Estadual foram capazes de fazer com que a feira tivesse um fim. O MP até ensaiou um Termo de Ajuste de Conduta para garantir com que a prefeitura e os feirantes cumprissem um acordo de utilizar o mercado. Nem um dos envolvidos cumpriu as partes exigidas no TAC, por isso, o MP lavou as mãos e a prefeitura fechou os olhos. No meio de tudo isso, a população, inconsciente ou conscientemente, realiza sua feira no local sem saber a procedência, principalmente, dos animais que compram para consumir no almoço de domingo ou no restante da semana. Talvez um caso de saúde pública, pois a prefeitura não consegue deixar no local, todos os domingos, uma equipe de limpeza para recolher os restos da feira alvo do almoço dominical dos urubus no bairro e a vigilância sanitária, por sua, não visita a feira para apresentar um diagnóstico de fiscalização sobre a situação do local. Na verdade, ninguém que perder votos. É isso!