Jô Soares mudou herança para incluir funcionários pouco antes de morrer

spot_img
Compartilhe:

Durante o período que estava trabalhando como apresentador na Globo, o salário de Jo girava em torno de R$ 500 mil por mês

O ator, humorista, escritor e diretor Jô Soares deixou sua herança para a ex-esposa, Flavia Pedras, e para seus funcionários. Jô foi casado com Pedras por 15 anos e não tinha filhos ou irmãos. O único filho do apresentador morreu em 2014, aos 50 anos, em decorrência de um câncer no cérebro.

Jô faleceu em agosto deste ano, aos 84 anos. Pouco antes, o humorista havia modificado seu testamento, incluindo também seus funcionários na divisão da herança. A maior parte do dinheiro foi destinado à ex-esposa, assim como o acervo de obras de arte do humorista. Informações sobre o valor da herança não foram divulgados.

Carreira

José Eugênio Soares nasceu em 1º de janeiro de 1938 no Rio de Janeiro. Foi humorista, apresentador de televisão, escritor, diretor e ator. Ele trabalhou nas emissoras Continental, TV Rio, Tupi, Excelsior, Record, SBT e na Globo.

Sua carreira como apresentador começou no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) com o programa “Jô Soares Onze e Meia”, que foi ao ar entre 1988 e 1999. Em 2000, o humorista iniciou aquele que se tornou seu programa mais famoso, o “Programa do Jô”, que terminou em 2016.

Como comediante, Jô se destacou em diversos programas na TV. Entre eles “A família Trapo” (1966), “Planeta dos homens” (1977) e “Viva o Gordo” (1981). Jô também atuou em 22 filmes, trabalhou em diversas peças de teatro e escreveu cinco livros.

 

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Governo do PI volta a obrigar uso de máscaras em ambientes fechados

O Governo do Piauí reeditou, ontem, 28, os decretos que liberavam o uso de máscaras em todo território piauiense. De acordo com o último...

Josimar do Maranhãozinho faz investida ao casal Assis e Janaína Ramos

A conversa proveitosa entre os três beneficia o suplente de deputado Henrique Junior em seu projeto de ser o próximo prefeito de Timon Um encontro...

Governo do Maranhão disponibiliza testagem da Covid-19 para moradores da Capital

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), disponibilizou o serviço de testagem para diagnóstico da Covid-19 à população...

Durante o período que estava trabalhando como apresentador na Globo, o salário de Jo girava em torno de R$ 500 mil por mês

O ator, humorista, escritor e diretor Jô Soares deixou sua herança para a ex-esposa, Flavia Pedras, e para seus funcionários. Jô foi casado com Pedras por 15 anos e não tinha filhos ou irmãos. O único filho do apresentador morreu em 2014, aos 50 anos, em decorrência de um câncer no cérebro. Jô faleceu em agosto deste ano, aos 84 anos. Pouco antes, o humorista havia modificado seu testamento, incluindo também seus funcionários na divisão da herança. A maior parte do dinheiro foi destinado à ex-esposa, assim como o acervo de obras de arte do humorista. Informações sobre o valor da herança não foram divulgados.

Carreira

José Eugênio Soares nasceu em 1º de janeiro de 1938 no Rio de Janeiro. Foi humorista, apresentador de televisão, escritor, diretor e ator. Ele trabalhou nas emissoras Continental, TV Rio, Tupi, Excelsior, Record, SBT e na Globo. Sua carreira como apresentador começou no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT) com o programa “Jô Soares Onze e Meia”, que foi ao ar entre 1988 e 1999. Em 2000, o humorista iniciou aquele que se tornou seu programa mais famoso, o “Programa do Jô”, que terminou em 2016. Como comediante, Jô se destacou em diversos programas na TV. Entre eles “A família Trapo” (1966), “Planeta dos homens” (1977) e “Viva o Gordo” (1981). Jô também atuou em 22 filmes, trabalhou em diversas peças de teatro e escreveu cinco livros.