Juiz manda descontar em contracheque de Ouvidor de Timon para pagar dívida judicial a ex-vereador

spot_img
Compartilhe:

O Juiz Nelson Ferreira Martins Filho, Titular do 14º Juizado Especial Civil das Relações de Consumo, da Comarca da Ilha de São Luís, determinou que a Prefeitura de Timon, através da Secretaria de Administração, efetue, no contracheque do servidor Danilo Assunção, Ouvidor do Município, conhecido por sua ardorosa defesa desmedida dos “líderes” do Grupo Leitoa, descontos de 20 por cento, mês mês, até a liquidação de débito que ele tem com a Justiça do Maranhão em processo mais movido pelo ex-vereador Anderson Pego. Acesse à decisão

Na decisão, o magistrado afirma que: “Frustradas as tentativas de penhora para satisfação de seu crédito, pugna o exequente pela penhora de parte dos vencimentos que o executado recebe na qualidade de servidor da Prefeitura Municipal de Timon/MA”.

Segue o juiz em sua decisão: “Tal providência se mostra viável, desde que não comprometa a subsistência da parte devedora”.
E determina o magistrado em sua decisão de acolhimento dos argumentos da defesa do ex-vereador Anderson Pego para que: “Oficie-se, portanto, à Prefeitura Municipal de Timon/MA, a fim de que realize, mês a mês, o desconto de 20% na folha de pagamento do executado, transferindo os valores para conta vinculada a este juízo, até que seja satisfeito o crédito do exequente no valor de R$ 22.454,47 (vinte e dois mil, quatrocentos e cinquenta e quatro reais e quarenta e sete centavos)”, decide o juiz.

Informado pelo blogdoribinha sobre a decisão judicial, o Ouvidor Danilo Assunção preferiu não fazer nenhum comentário.

Leia matéria relacionada:

Ouvidor de Timon poderá sofrer bloqueio total caso não pague dívida judicial a ex-vereador

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Ingrediente naturais são saudáveis para os cuidados com a pele   

Segundo especialista, para melhores resultados, o uso de produtos naturais na pele e nos cabelos deve ser conciliado à dieta   Os cuidados com a saúde...

Aulas na Rede Estadual iniciam nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão

Nesta segunda-feira (6), estudantes da Rede Estadual nas 19 Unidades Regionais de Educação do Maranhão retornaram às salas de aula. Para fortalecer as estratégias...

Projeto de Lei do deputado Rafael assegura acesso a medicamentos à base de canabidiol e similares

O Projeto de Lei 01/2023, de autoria do deputado Rafael, assegura o acesso a medicamentos à base de canabidiol (CBD) e tetrahidrocanabinol (THC) “às...
O Juiz Nelson Ferreira Martins Filho, Titular do 14º Juizado Especial Civil das Relações de Consumo, da Comarca da Ilha de São Luís, determinou que a Prefeitura de Timon, através da Secretaria de Administração, efetue, no contracheque do servidor Danilo Assunção, Ouvidor do Município, conhecido por sua ardorosa defesa desmedida dos "líderes" do Grupo Leitoa, descontos de 20 por cento, mês mês, até a liquidação de débito que ele tem com a Justiça do Maranhão em processo mais movido pelo ex-vereador Anderson Pego. Acesse à decisão Na decisão, o magistrado afirma que: "Frustradas as tentativas de penhora para satisfação de seu crédito, pugna o exequente pela penhora de parte dos vencimentos que o executado recebe na qualidade de servidor da Prefeitura Municipal de Timon/MA". Segue o juiz em sua decisão: "Tal providência se mostra viável, desde que não comprometa a subsistência da parte devedora". E determina o magistrado em sua decisão de acolhimento dos argumentos da defesa do ex-vereador Anderson Pego para que: "Oficie-se, portanto, à Prefeitura Municipal de Timon/MA, a fim de que realize, mês a mês, o desconto de 20% na folha de pagamento do executado, transferindo os valores para conta vinculada a este juízo, até que seja satisfeito o crédito do exequente no valor de R$ 22.454,47 (vinte e dois mil, quatrocentos e cinquenta e quatro reais e quarenta e sete centavos)", decide o juiz. Informado pelo blogdoribinha sobre a decisão judicial, o Ouvidor Danilo Assunção preferiu não fazer nenhum comentário. Leia matéria relacionada:

Ouvidor de Timon poderá sofrer bloqueio total caso não pague dívida judicial a ex-vereador