Ulysses diz que Águas de Timon fatura alto e presta um desserviço para cidade

spot_img
Compartilhe:

O líder da oposição disse que a empresa fatura 40 milhões por ano vendendo a água mais cara do Brasil.
Usando a tribuna da Câmara hoje, 21, no grande expediente, ocupando a prerrogativa de liderança da oposição em Timon, o vereador Ulysses Waquim, mais uma vez foi contundente em suas críticas entorno das necessidades e dos assuntos em pauta e recorrentes na cidade.

Ulysses Waquim disse que enquanto a Águas de Timon, concessionária dos serviços de água e esgoto da cidade com comodato por 30 anos concedido pela gestão passada, fatura cerca de quase 40 milhões por ano e presta um enorme desserviço para a população, quando executa suas obras e não faz o devido reparo nas ruas e avenidas da cidade.

“Não podemos tratar com maravilhas e de forma romântica uma empresa que recebe e recebe muito dinheiro para prestar. A água de Timon é uma das águas mais caras do Brasil. Isso é fato e com estudo feito. São quase 40 mil ligações e úm faturamento de mais de 3 milhões mensal, que chega a 40 milhões ano de faturamento, então você não pode tratr com romance e achar que está tudo bem enquanto a população está reclamando e nosso dever de vereador e fiscalizar e cobrar que o sistema chegue a perfeição e queremos que o povo pague pela água que consome, mas um valor justo e o que não queremos e como está sendo feito, a empresa cobrando um preço alto e os reparos mal feitos e o que queremos é qualidade na prestação de serviços então não podemos tratar com maravilhas e romance”, disse o líder se manifestando  contrário aos vereadores do governo que fazem elogios ao sistema de abastecimento de água e esgoto em Timon.

Compartilhe:

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

Vereador Thiago Carvalho participa e incentiva doação de sangue no Hospital Alarico Pacheco

Os vereadores Thiago Carvalho, Dr. Torquato e Da Luz do Sete Estrelas estiveram, neste sábado (26), no Hospital Alarico Nunes Pachêco, para realizar doação...

Quem matou Terceiro Waquim? A pergunta não cala!

Essa é a pergunta feita em todas às rodas de conversas em Timon. As pessoas, entre olhares, se cutucam e até se manifestam sobre a...

Imprensa desportiva mundial se rende ao talento de “Richarlison. Até jornal argentino: “golaço”

Camisa 7 do Brasil marcou os dois gols da vitória brasileira; Diario Olé, que costuma pegar no pé do atacante, faz elogios nas redes,...

O líder da oposição disse que a empresa fatura 40 milhões por ano vendendo a água mais cara do Brasil. Usando a tribuna da Câmara hoje, 21, no grande expediente, ocupando a prerrogativa de liderança da oposição em Timon, o vereador Ulysses Waquim, mais uma vez foi contundente em suas críticas entorno das necessidades e dos assuntos em pauta e recorrentes na cidade.

Ulysses Waquim disse que enquanto a Águas de Timon, concessionária dos serviços de água e esgoto da cidade com comodato por 30 anos concedido pela gestão passada, fatura cerca de quase 40 milhões por ano e presta um enorme desserviço para a população, quando executa suas obras e não faz o devido reparo nas ruas e avenidas da cidade. "Não podemos tratar com maravilhas e de forma romântica uma empresa que recebe e recebe muito dinheiro para prestar. A água de Timon é uma das águas mais caras do Brasil. Isso é fato e com estudo feito. São quase 40 mil ligações e úm faturamento de mais de 3 milhões mensal, que chega a 40 milhões ano de faturamento, então você não pode tratr com romance e achar que está tudo bem enquanto a população está reclamando e nosso dever de vereador e fiscalizar e cobrar que o sistema chegue a perfeição e queremos que o povo pague pela água que consome, mas um valor justo e o que não queremos e como está sendo feito, a empresa cobrando um preço alto e os reparos mal feitos e o que queremos é qualidade na prestação de serviços então não podemos tratar com maravilhas e romance", disse o líder se manifestando  contrário aos vereadores do governo que fazem elogios ao sistema de abastecimento de água e esgoto em Timon.