Esclarecimentos sobre uso da CNH digital pelo Procon/MA

spot_img
Compartilhe:
CNH digital
CNH

Na correria do dia a dia, muitas vezes, esquecemos algumas coisas no meio do caminho. Os documentos, sem dúvida, fazem parte das estatísticas de objetos que se perdem com maior facilidade. Um grande avanço, que vai melhorar a vida do cidadão, é a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). Assim, o Procon/MA esclarece sobre o uso do documento digital, evitando, inclusive, que o cidadão pague multa. Todos os estados brasileiros estão aptos a disponibilizar a CNH-e. O documento tem o mesmo valor jurídico da versão impressa, que continuará sendo emitida.

“A carteira só poderá ser solicitada por quem já possui o documento com o QR-Code, um código que possibilita a leitura das informações por aparelhos eletrônicos e que foi implantado nos documentos desde maio do ano passado”, explicou a presidente do Procon/MA, Karen Barros.

O cidadão que tirou ou renovou o documento a partir desse mês já tem o documento com QR-Code e, portanto, acesso ao download da CNH-e. Os demais condutores terão acesso apenas quando renovarem o documento.

Agora, com o código, o cidadão pode baixar o aplicativo do CNH Digital, após isso, fazer o cadastro no portal de serviços do Denatran e se dirigir pessoalmente a uma agência do Detran, no VIVA da Beira-Mar, nos Shoppings da Ilha, Pátio Norte, Imperatriz (Imperial Shopping) e Carolina, para cadastrar o número do celular. Com isso, o órgão vai enviar por e-mail o código de ativação, com esse número, o motorista entra no aplicativo e acessa o documento que poderá ser usado sem internet.

Lembrando que se o celular estiver descarregado, é a mesma situação de o motorista estar sem o documento. Dirigir sem habilitação gera multa de R$ 88,38 e 3 pontos na carteira de motorista.

Compartilhe:
Veja Timon
Veja Timonhttps://vejatimon.com
O Veja Timon foi desenvolvido para suprir os timonenses com informações de um modo geral, onde a política não venha ser o foco central. Um site diversificado e imparcial, trabalhamos para levar um conteúdo de relevância para cidade. Veja Timon - Junto Com o Povo

Talvez você queira ler também

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Propaganda

spot_img

Propaganda

Relacionados

- Propaganda -spot_img
- Propaganda -spot_img

Últimas

São Luís está entre os 20 destinos nacionais mais procurados na Black Friday, segundo a Decolar

São Luís foi apontada como um dos 20 destinos mais procurados durante a campanha de Black Friday da companhia de viagens on-line Decolar. A...

TRF1 aceita denúncia do MPF contra prefeito de Pinheiro (MA) e mais seis pessoas por fraudes e desvio de recursos

Eles responderão por crimes de responsabilidade, lavagem de capitais e organização criminosa, na medida de suas participações Por unanimidade, o Tribunal Regional Federal da 1ª...

Facebook deve restituir conta invadida e pagar indenização a usuário

O Juizado Cível e Criminal da cidade de Codó condenou a plataforma social Facebook a restabelecer a conta de usuário Tiago Tales Silva Sousa,...
CNH digital
CNH
Na correria do dia a dia, muitas vezes, esquecemos algumas coisas no meio do caminho. Os documentos, sem dúvida, fazem parte das estatísticas de objetos que se perdem com maior facilidade. Um grande avanço, que vai melhorar a vida do cidadão, é a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e). Assim, o Procon/MA esclarece sobre o uso do documento digital, evitando, inclusive, que o cidadão pague multa. Todos os estados brasileiros estão aptos a disponibilizar a CNH-e. O documento tem o mesmo valor jurídico da versão impressa, que continuará sendo emitida. “A carteira só poderá ser solicitada por quem já possui o documento com o QR-Code, um código que possibilita a leitura das informações por aparelhos eletrônicos e que foi implantado nos documentos desde maio do ano passado”, explicou a presidente do Procon/MA, Karen Barros. O cidadão que tirou ou renovou o documento a partir desse mês já tem o documento com QR-Code e, portanto, acesso ao download da CNH-e. Os demais condutores terão acesso apenas quando renovarem o documento. Agora, com o código, o cidadão pode baixar o aplicativo do CNH Digital, após isso, fazer o cadastro no portal de serviços do Denatran e se dirigir pessoalmente a uma agência do Detran, no VIVA da Beira-Mar, nos Shoppings da Ilha, Pátio Norte, Imperatriz (Imperial Shopping) e Carolina, para cadastrar o número do celular. Com isso, o órgão vai enviar por e-mail o código de ativação, com esse número, o motorista entra no aplicativo e acessa o documento que poderá ser usado sem internet. Lembrando que se o celular estiver descarregado, é a mesma situação de o motorista estar sem o documento. Dirigir sem habilitação gera multa de R$ 88,38 e 3 pontos na carteira de motorista.